sábado, 19 de julho de 2014

[0964] Grandes verdades, lá longe no tempo, no início dos anos 50!...


Por aqui, também se caminhavam quilómetros para ir à escola, mas não havia atrás de qualquer balcão de loja gente com o 7.º ano do Liceu (como havia no Mindelo), por não ter dinheiro para ir estudar para a Universidade na Metrópole (embora felizmente houvesse excepções). As palavras do recorte abaixo são de António Nogueira, no lisboeta "Diário Popular", algures nesses anos em que Alves Roçadas governava o arquipélago.


2 comentários:

  1. Um reconhecimento da importância intelectual de S. Vicente no arquipélago. é sempre bom relembrar esta verdade hoje inconveniente

    ResponderEliminar
  2. Pena é as ilhas terem sido esquecidas, como lembra a notícia. E principalmente pelo abandono a que foi votado o Porto Grande, não o apetrechando nem lhe criando condições para poder competir com o de Dakar e o de Las Palmas.

    ResponderEliminar