quarta-feira, 20 de agosto de 2014

[1060] À beira das 150.000 visualizações, número que se deve cumprir hoje ou amanhã (VEJA 3 ACTUALIZAÇÕES, APÓS 2 PRIMEIRAS IMAGENS)

Pd'B, que tem um livro às costas, entra em mais um período sabático para o adiantar. Entretanto, os seus visitantes têm aqui 1059 posts à disposição, para comentários (não contando com este, o 1060). Deixamos aqui o actual top-ten de países, com Cabo Verde em terceiro lugar, logo após Portugal e EUA, países onde há milhares de cabo-verdianos. Continuamos sem perceber o que fazem ali a Rússia e a Ucrânia, mas eles lá estão, sempre a mirar a/o Pd'B...



ACTUALIZAÇÃO 1
Antes de ir para retiro, o Pd'B deixa aqui quatro imagens encontradas hoje, de dois objectos quase idênticos (frente e verso, em ambos os casos). Um deles foi feito numa empresa portuense; o outro é incógnito, talvez posterior. Trata-se de dois emblemas do P.A.I., Partido Africano da Independência, criado na Guiné em 1956, por Amílcar Cabral. O P.A.I. foi "pai" do P.A.I.G.C. e avô do P.A.I.C.V. Em que circunstâncias o primeiro emblema (ao tempo, com significado perigoso) foi feito na cidade do Porto, não o sabemos. Quanto à empresa, ainda existe.





ACTUALIZAÇÃO 2
A partir de agora, Pd'B divulgará notícias do teatro que se faz em São Vicente, nomeadamente o realizado a partir do grupo de Centro Cultural Português do Instituto Camões (pólo do Mindelo), orientado por João Branco.


ACTUALIZAÇÃO 3 (e última)


5 comentários:

  1. Devagarim, devagarim...
    Felizmente o contador não mente. Gostaria que denunciasse o nome dos invisiveis.
    Força !!!

    ResponderEliminar
  2. O mecanismo do blogue não permite saber quem são os invisíveis. Só conseguimos saber de onde eles são. O que nos dá grandes enigmas, como o dos russos, ucranianos e ultimamente de muitos polacos. Parece que os pessoal do leste está bastante interessado em Cabo Verde. Cá para mim, a Guarda-Costeira deve estar atenta à próxima invasão... isto é coisa para breve... BAM, BAM, rátátá, rátátá, raios, respondam do fortim.

    Braça à defesa,
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Pois, é intrigante visitar e não deixar uma simples palavrinha.

    ResponderEliminar
  4. Que os ventos da fortuna mantenham as velas do PdB cada vez mais enfunadas...
    Abraço eólico,
    Zito

    ResponderEliminar
  5. caro Joaquim Djack gostaria de entrar em contacto com o senhor a fim de assuntos académico, deixo aqui o meu Email adilsonsemedo212@hotmail.com

    ResponderEliminar