terça-feira, 13 de junho de 2017

[2999] Os judeus de Cabo Verde

Ver a partir do post 2997
Neste post 2999, lançamos o link para um interessantíssimo artigo de Ângela Benoliel Coutinho sobre a presença judaica em Cabo Verde. Fala ele de gente que se instalou nas ilhas, descendente do povo de Israel e que nelas singrou, sendo motor de progresso, modernidade e desenvolvimento. Podemos dizer, sem sombra de dúvida, que sem os judeus de Cabo Verde, o país não seria "este" Cabo Verde. A ler, com prazer.

Ver AQUI

4 comentários:

  1. Completamente de acordo com o que diz o "mnine de Praia de Bote" e lamento não se terem aproximado de Israel logo apôs a independência pois, entre todos os países do Mundo, os filhos dessa terra são os que melhor podiam ajudar o nosso desenvolvimento em todos os ramos, nomeadamente na agricultura e na segurança.

    Como nunca é tarde, espero que acordem... e acordam os instrumentos.

    ResponderEliminar
  2. Os judeus tiveram uma influência determinante nas sociedades para onde a diáspora os levou. Foram de muita utilidade em Cabo Verde, assim como o foram na era quinhentista em Portugal. Aliás, a queda da prosperidade de Portugal naquela era coincide com a expulsão dos judeus por D. Manuel I, diga-se de passagem que a contra-gosto, por ter sido por imposição dos reis católicos de Espanha, por causa do contrato do casamento do rei português com a princesa espanhola Isabel.
    D. Manuel tinha a perfeita noção da importância que os judeus tinham para o país, no comércio internacional e na banca.
    Em todo o mundo, os judeus dão lições da sua têmpera e da sua criatividade nos mais diversos domínios de actividade. Principalmente, no próprio território onde vivem e onde transformaram pedras em flores. Podiam ter sido bons parceiros do Cabo Verde independente, como diz Valdemar Pereira.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o diz o Amigo Adriano... Mas, cuidado houve alguns judeus em Cabo Verde de muita má fama! Se desejar posso enviar-lhe documentação que o prova, isso não invalida o quanto a maioria deles contribuíram para o desenvolvimento de CV.

    Mantenha




    mantenha


    ResponderEliminar
  4. O sangue caboverdiano tem muitas 'raízes' incluindo Judeus. Estou convicto que os primeiros habitantes não africanos de Cabo Verde seriam maioritariamente judeus, expulsos da Portugal pela 'santa-inquisição'. Seriam os tais Lançados que comerciavam na costa africana.

    ResponderEliminar